Grupo 4 Mares

logo aprovada 01

Exposição Inteligente: Saiba como posicionar seus produtos de forma estratégica.

Você sabia que a organização de prateleiras nos mercados influencia no resultado das vendas? Organizar a mercadoria de forma correta traz benefícios para o comerciante e para o consumidor. Além de ser um fator importante para vendas, reconhecimento de marca e facilitar na manutenção, uma prateleira bem organizada tem a função de promover os produtos de forma que atenda às necessidades do público tornando a experiência da compra muito mais prática e otimizada.

Para que você consiga dar início a organização das prateleiras no seu mercado, listamos alguns passos importantes:

  1. Planograma

O consumidor atual busca por experiência de compra rápida, eficiente e satisfatória. Imagine entrar em um mercado para comprar itens de limpeza e notar que estão distribuídos de forma aleatória? A experiência de compra passa a ser mais demorada, exigindo maior dedicação e podendo gerar o sentimento de frustração dificultando que haja um retorno do cliente.

Para garantir praticidade, segurança e acessibilidade, você deve planejar a disposição de seus produtos de forma estratégica. O planograma serve para orientar e organizar, por isso, apresentá-lo em forma de desenhos gráficos é importante para facilitar o entendimento da pessoa responsável pela reposição dos itens.

Exemplo de planograma

Benefícios de montar um planograma: Facilidade e agilidade na compra; Ambiente de compra mais agradável; Produtos adequados às necessidades; Evita ruptura (falta) dos produtos.

Característica do produto, categoria, marcas, modo de empilhamento e quantidade de itens expostos são alguns dos detalhes importantes a serem listados em um planograma.

  1. Promoção

Evidenciar produtos que estão em oferta, organizar as fileiras em categorias, montar pontos extras e cross merchandising são alguns dos exemplos de execução que ajudam o alinhamento com as marcas a aumentarem as vendas.

Elementos de identidade visual são muito importantes para guiar o consumidor. Expor em locais estratégicos e divulgar ofertas e promoções podem estimular sentimento de urgência nos consumidores.

Utilizar as pontas de gôndola como pontos extra faz com que alguns produtos em específico ganhem relevância e destaque, seja para evidenciar descontos, promoções ou para distribuição de brindes. Uma alternativa para lojas com maior espaço disponível é montar o ponto extra como uma espécie de “ilha” com o objetivo de atrair mais consumidores.

Já o cross merchandising é a prática de colocar lado a lado produtos de categorias diferentes mas que se complementam, estimulando um desejo de compra a fim de aumentar as vendas.

  1. Precificação

Dificilmente alguém compra um produto sem preço, pois gera desconfiança e insegurança. Os pontos básicos que devem ser levados em consideração são a visibilidade, a transparência na relação preço x produto e a padronização das etiquetas.

Exemplo de precificação

Tão importante quanto a identificação do preço no produto é a formação do preço em si. Encontrar o equilíbrio entre a margem de lucro adequada e a competitividade é fundamental para manter a saudabilidade do seu negócio. Os métodos margem de contribuição e markup são eficazes e bastante utilizados no segmento de varejo. Caso você esteja com dificuldades em calcular a formação de preços procure auxílio especializado, tenha em mente que a longevidade do seu negócio está diretamente ligada com esse fator.

Abrir WhatsApp
Olá, como podemos ajudar?